O Yoga como Ato de Amor Próprio, by Claudia c Moniz - revista Reiki & Yoga Dezembro 2021

Atualizado: 7 de dez. de 2021








Amor próprio, ou a falta dele é uma das grandes questões da psicologia e psiquiatria da Era moderna, bem como das disciplinas de autodesenvolvimento.


Louise Hay, uma das lideres do desenvolvimento pessoal escreve, que doenças psiquiátricas tem sempre uma origem emocional nomeadamente no sentimento de culpa, diretamente ligada a falta de amor próprio, bem como as psicoses, são o reflexo da fuga de si próprio quando as pessoas atingem o seu limite mental de não serem elas próprias.


Assim, sabemos hoje, que maior parte das doenças do foro psicológico estão diretamente relacionadas com o desequilíbrio desta atitude, levando ao desrespeito por si mesmo; á altivez, a baixa autoestima, falta de brio, ou orgulho excessivo, arrogância, presunção, vaidade excessiva, prepotência, falta de carater, ausência de carinho e de interligação com o mundo, estados depressivos profundos , psicoses e naturalmente ausência de relacionamentos saudáveis .




Fatores e acontecimentos externos de forma geral condicionam e muito o nosso Amor próprio, de certa forma, a pandemia veio acelerar este processo de consciência sobre o estado em que nos encontramos em relação a nós mesmos.


Ter consciência de que não podemos continuar a viver no limbo do excesso ou ausência de amor próprio e de amor incondicional é algo que temos aprendido, muitos de nós á “força” durante estes últimos 2 anos.



A necessidade de paz interior, de clareza mental e foco tão necessários neste período, assim como fortalecer a nossa autoestima, auto confiança, recuperar o amor por nós , colocou a pratica de yoga como um must do na nossa realidade.


Yoga como o ato de amor propio começa agora !

Faz a tua inscrição nas minhas aulas!


10 visualizações0 comentário